Elon Musk faz proposta para comprar Twitter por US$ 41 bilhões

Poucos dias após se tornar o principal acionista do Twitter, o bilionário Elon Musk fez uma proposta para comprar a rede social. O valor oferecido pelo fundador da Tesla e da SpaceX é de US$ 41 bilhões, algo na faixa de R$ 197 bilhões em conversão direta.

As informações foram divulgadas em um documento regulatório da plataforma. Musk ofereceu US$ 54,20 por ação do Twitter, cerca de R$ 255. O curioso é que foi o próprio bilionário que causou uma valorização no preço das ações da rede social. O valor atual é 38% maior ao anterior a compra de 9,2% das ações feita pelo magnata.

O homem mais rico do mundo ainda enviou uma carta para o presidente da empresa onde diz que não vê o Twitter como uma plataforma que irá prosperar no futuro caso não seja adquirida. Musk ainda diz que essa é sua oferta final e caso não seja aceita ele vai reconsiderar sua posição de acionista principal da rede social. 

“Desde que fiz meu investimento, me dei conta de que a companhia não vai nem prosperar nem atender a esse imperativo social em sua forma atual. O Twitter precisa ser transformado em uma empresa privada”, disse no documento enviado para Bret Taylor.

Elon Musk e o Twitter

A compra de 9,2% das ações do Twitter feita por Musk foi anunciada no último dia 4. O bilionário já vinha questionando a abordagem da rede social sobre liberdade de expressão por meio de uma pesquisa realizada em sua conta em 25 de março. “A liberdade de expressão é essencial para uma democracia em funcionamento. Você acredita que o Twitter adere rigorosamente a esse princípio?”, perguntou Elon Musk no Twitter. Visto que ele comprou sua participação no Twitter em 14 de março, possivelmente os comentários vieram após sua decisão de comprar uma participação.

Leia também!

Justiça dá 30 dias para Telegram e Signal se adequarem às leis brasileirasGoogle Docs vai te ajudar a escrever melhor com novo sistema de sugestõesSnapchat integra com YouTube e agora você pode compartilhar vídeos diretamente

Recentemente, o magnata recusou o convite para fazer parte do conselho de administração da rede social. A informação foi dada pelo CEO, Parag Agrawal, que em 5 de abril havia confirmado que o dono da Tesla faria parte do time.

“Elon Musk decidiu não se juntar ao nosso conselho”, disse Agrawal, juntamente com uma extensa nota onde o CEO do Twitter explica o que ocorreu com a nomeação de Musk para o conselho da plataforma. É importante destacar que membros do conselho não podem adquirir mais de 14,9% das ações da empresa. Essa é uma estratégia para evitar que membros recém-chegados assumam o controle total da rede social. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Elon Musk faz proposta para comprar Twitter por US$ 41 bilhões apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário

Direitos autorais © 2022 AkiBomba. Todos os Direitos Reservados.