Futuro da empregabilidade depende de qualificação técnica

Muito se fala sobre a falta de vagas de emprego no Brasil. Mas será que temos mão de obra qualificada para preencher algumas dessas vagas? Em uma pesquisa divulgada na 1ª quinzena de maio, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego ficou estável em 26 das 27 unidades da federação no 1° trimestre, em comparação com os 3 últimos meses de 2021. 

Entretanto, na média nacional, a taxa de desemprego ficou em 11,1% no 1º trimestre de 2022, estimando-se que a falta de trabalho formal alcance hoje quase 12 milhões de brasileiros, segundo o IBGE.

Leia mais…

Deixe um comentário