Kinder Ovo: Bélgica fecha fábrica após surto de salmonella

Na última sexta-feira (9), as autoridades de saúde da Bélgica determinaram o fechamento da fábrica Ferrero no país, localizada na cidade de Arlon. Isso porque perto da Páscoa, a companhia está sendo investigada por conta de dezenas de casos de salmonella que poderiam estar ligados a ingestão de chocolate usado no Kinder Ovo.

Vários lotes de Kinder Ovo e outros itens da linha foram recolhidos de prateleiras pela Ferrero em Portugal, Espanha, Inglaterra, Irlanda, Estados Unidos e Austrália, porém, sem vincular o recall aos casos de salmonella. A agência de segurança alimentar da Bélgica confirmou uma ligação entre as mais de cem infecções e a produção no país.

Enquanto o governo belga ressaltou que a decisão foi tomada porque a Ferrero teria passado informações incompletas sobre a produção no local, correspondente a 7% do volume mundial de produtos Kinder. A suspensão apenas será revogada quando a fábrica atender as regras de segurança alimentar determinadas no país.

“Lamentamos profundamente essa situação. Queremos pedir sinceras desculpas a todos os nossos consumidores e parceiros e agradecer às autoridades de segurança alimentar por sua valiosa orientação”, informou em comunicado sobre a situação.

Imagem: John New/Shutterstock

Além disso, a empresa disse estar trabalhando com os distribuidores e varejistas para garantir que os produtos “já não estejam disponíveis para compra”, priorizando a “segurança alimentar e o cuidado com os consumidores”.

“Não há casos confirmados nos EUA até esta data e nenhum outro produto Kinder ou Ferrero será afetado”, disse a empresa em comunicado. Eles estenderam para os Estados Unidos e Argentina o ‘recall’ de produtos dessa marca por suspeita de contaminação.

Já no caso da Argentina, a companhia disse que em conjunto com o Instituto Nacional de Alimentos (INAL), decidiram “retirar voluntariamente” os Mini Eggs Kinder com datas de vencimento entre 11 de junho e 21 de outubro “como precaução”.

A Ferrero também fez recall do Kinder Ovo e de outros produtos em vários países, mas não no Brasil. Até o momento, não há casos suspeitos no no país e os produtos da empresa que são vendidos no mercado brasileiro não são fabricados na Europa.

Na maioria dos casos, os infectados são criança menores de 10 anos. Os sintomas da doença incluem diarreia, cólicas estomacais, náuseas, vômitos e febre. Antes, a empresa tinha afirmado que que os recalls eram uma “medida de precaução” e que nenhum produto Kinder lançado no mercado havia testado positivo para salmonella.

Leia também!

Cientista que criou bebês humanos geneticamente modificados deixa prisão na ChinaExames de sangue podem apresentar marcadores de transtornos mentais, diz estudoRemédios para disfunção erétil aumentam risco de doenças oculares graves

Fonte: O Globo

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Kinder Ovo: Bélgica fecha fábrica após surto de salmonella apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário