Microsoft diz que parou ciberataques russos contra a Ucrânia

A Microsoft ajudou a desmantelar ataques cibercriminosos contra a Ucrânia recentemente. Segundo a companhia, a gangue Strontium teve sete domínios encerrados e levados a um servidor seguro para que não fossem utilizados em crimes virtuais. 

Os criminosos tinham como alvo organizações jornalísticas da Ucrânia, além de institutos de pesquisa e think tanks com sede nos Estados Unidos e na União Europeia. A ideia era conseguir acesso remoto aos servidores das vítimas e extrair informações sensíveis, além de derrubar serviços importantes.

Leia mais…

Deixe um comentário