Musk: Tesla vai produzir robotáxi “futurista”

Durante a festa que inaugurou a gigafábrica da Tesla no Texas (EUA), na quinta-feira (7), o CEO da montadora, Elon Musk, anunciou a produção de um novo modelo elétrico. Trata-se de um robotáxi “dedicado”, algo que já está na mira da Tesla pelo menos desde 2016, quando a fabricante anunciou um plano decenal de metas chamado ‘Master Plan, Part Deux’.

“Haverá um robotáxi dedicado que parecerá bem futurista”, disse Musk, conforme a apresentação no evento com o título de “What’s Next” (‘o que virá pela frente’, em inglês) chegava próxima do fim.

No passado, Musk havia dito que o Model 3 com longo alcance serviria de base para uma futura frota de táxis autônomos. Agora, no entanto, o executivo dá a entender que o modelo será completamente novo. Por enquanto, o chefão da Tesla preferiu omitir detalhes ou especificações técnicas sobre o robotáxi. Nenhum prazo de lançamento também foi dado.

Curiosamente, a última vez em que Musk descreveu um novo modelo como “futurista”, ele fazia uma menção ao Cybertruck.

Fábrica no Texas vai dar início a “uma nova fase da Tesla”

A Tesla investiu US$ 10 bilhões na gigafábrica de Austin, no Texas, e por isso traça planos grandiosos para o lugar. Durante o “Cyber Rodeo”, evento inaugural que foi transmitido online, Musk afirmou que a planta foi projetada para ser “a fábrica de carros mais avançada que a Terra já viu”, além de dar início a uma nova fase no futuro da companhia.

“É um enorme avanço para a Tesla”, disse o executivo, mencionando que a fábrica foi projetada de forma que reduza o movimento entre os setores.

Musk afirma ainda que a fábrica do Texas permitirá à Tesla alcançar dimensões “extremas”, tornando-se a produtora de pelo menos um de cinco automóveis ao redor do globo. A ideia é que a planta produza 500 mil unidades do Model Y por ano, além de iniciar a fabricação do Cybertruck e do Roadster a partir do ano que vem.

A produção da picape elétrica Cybertruck da Tesla foi adiada novamente, dessa vez para 2023 / Divulgação: Tesla

Além disso, a gigafábrica deve produzir a célula de bateria 4680, que deve conferir seis vezes mais potência e 16% a mais de alcance para seus carros. Todos os exemplos do Y serão feitos com as partes dianteira e traseira unidas por um pacote de células estruturais que Musk diz ser mais seguro e eficiente. “Custa menos e melhora o desempenho em caso de colisão, tendo uma vantagem de segurança”, disse o executivo.

Ainda no evento, Musk falou sobre o FSD, afirmando que o objetivo da companhia é que todos na América do Norte que tenham o pacote de piloto automático ganhem acesso ao programa beta, e o desenvolvimento de um robô humanoide, o Optimus. Este último deve entrar em produção em 2023.

Crédito da imagem principal: Reprodução/YouTube/Tesla

Leia mais:

Robotáxi elétrico da Zoox entra em fase de testes avançadosHyundai Ioniq 5 será o táxi autônomo da Lyft em 2023Carros autônomos da Ford estarão disponíveis para viagens com o app da Lyft

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Musk: Tesla vai produzir robotáxi “futurista” apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário