Proposta de compra do Twitter por Elon Musk é rejeitada por acionista

Um dos principais acionistas do Twitter, o príncipe saudita Alwaleed bin Talal, disse que rejeita a proposta de compra da rede social feita pelo bilionário Elon Musk. O fundador da Tesla ofereceu cerca de US$ 43 bilhões (algo na faixa de R$ 193 bilhões em conversão direta) pelo controle total da plataforma. A proposta foi divulgada nesta quinta-feira (14).

“Não acredito que a oferta proposta por Elon Musk (US$ 54,20 por ação) chegue perto do valor intrínseco do Twitter, dadas suas perspectivas de crescimento”, escreveu Alwaleed bin em uma postagem feita no próprio Twitter.

Musk fez a proposta de compra poucos dias após anunciar a aquisição de 9,2% do Twitter e se tornar o principal acionista da empresa. O magnata ofereceu US$ 54,20 por ação do Twitter, cerca de R$ 255. O valor atual é 38% maior ao anterior a compra de 9,2% das ações feita pelo bilionário.Caso seja aceito, o capital da empresa desse ser fechado.

Musk e a proposta de compra do Twitter

O homem mais rico do mundo enviou uma carta para o presidente da empresa onde explica que não vê o Twitter como uma plataforma que irá prosperar no futuro caso não seja adquirida. Musk ainda disse que essa é sua oferta final e caso não seja aceita ele vai reconsiderar sua posição de acionista principal da rede social. 

“Desde que fiz meu investimento, me dei conta de que a companhia não vai nem prosperar nem atender a esse imperativo social em sua forma atual. O Twitter precisa ser transformado em uma empresa privada”, disse no documento enviado para Bret Taylor.

Leia também!

Justiça dá 30 dias para Telegram e Signal se adequarem às leis brasileirasGoogle Docs vai te ajudar a escrever melhor com novo sistema de sugestõesSnapchat integra com YouTube e agora você pode compartilhar vídeos diretamente

A compra de 9,2% das ações do Twitter feita por Musk foi anunciada no último dia 4. Recentemente, o magnata recusou o convite para fazer parte do conselho de administração da rede social. A informação foi dada pelo CEO, Parag Agrawal, que em 5 de abril havia confirmado que o dono da Tesla faria parte do time.

É importante destacar que membros do conselho não podem adquirir mais de 14,9% das ações da empresa. Essa é uma estratégia para evitar que membros recém-chegados assumam o controle total da rede social. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Proposta de compra do Twitter por Elon Musk é rejeitada por acionista apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário

Direitos autorais © 2022 AkiBomba. Todos os Direitos Reservados.