Tesla, Blockstream e Block constroem mineradora solar de Bitcoin no Texas

Uma parceria entre Tesla, Blockstream e Block está possibilitando a construção de uma mineradora de Bitcoin totalmente solar, no Texas. A previsão é que a obra fique pronta até o final deste ano, gerando 3,8 megawatts de energia. A operação de mineração da criptomoeda utilizará energia fotovoltaica da Tesla, com funcionamento totalmente renovável. 

Potência prevista

Para o projeto funcionar, será utilizado um painel solar Tesla de 3,8 megawatts (MW) e uma bateria de 12 megawatts-hora (MWh), com a meta de gerar 30 petahashes por segundo de energia de mineração. A taxa de hash faz referência ao poder computacional combinado para minerar e processar transações. 

Na atual cotação do Bitcoin de US$ 43.676,41, a unidade conseguiria minerar cerca de 4,11 BTC por mês, segundo análise da consultoria Cryptocompare.

Mineradora de Bitcoin será totalmente renovável, utilizando energia solar para funcionar e baterias da Tesla. Imagem: José Cruz/Agência Brasil)

No entanto, a instalação será bem menor em comparação a RIOT Blockchain, que prevê operação de 300 MW. A unidade fica em uma antiga fábrica de alumínio da Alcoa, em Rockdale, Texas. Assim que estiver concluída, a operação do RIOT poderá gerar até 750 MW de energia. 

Leia mais:

Criptomoeda Dogecoin sobe 7% após Elon Musk se juntar ao Twitter Aplicativos relacionados a criptomoedas cresceram mais de 900%, diz estudo Mineradora de Bitcoin enfrenta processo por excesso de ruído

Investimentos totalizam US$ 12 milhões

O investimento totaliza US$ 12 milhões e será dividido igualmente entre a Blockstream e a Block. Informações operacionais e financeiras em tempo real sobre a mineradora, incluindo seu consumo de energia e hashrate, ficarão disponíveis publicamente em um painel. 

We’re excited to share our collaborative effort with @Blocks to build a fully solar-powered #BitcoinMining facility has begun.@Tesla photovoltaics & Megapack will power the 30 PH/s facility, aiming to show the world 100% zero-emission #Bitcoin mining at scale is viable. pic.twitter.com/C1YVyn5ktS

— Blockstream (@Blockstream) April 8, 2022

O objetivo é que os dados sejam usados para subsidiar o debate público sobre a mineração fora da rede (off-grid), mostrando se a atividade pode financiar a expansão da energia solar.

“Quando as pessoas publicam apenas relatórios de analistas, artigos, postagens em blogs e dados, todos ficam desconfiados. Mas se publicarmos os dados brutos, as informações financeiras brutas, acho que isso fala por si”, disse Adam Back, da Blockstream. 

Com a iniciativa da Tesla, Blockstream e Block, o mercado de criptomoedas terá um belo exemplo de como as energias renováveis podem ser uma ótima opção em defesa do meio ambiente.  

Via: Decrypt

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Tesla, Blockstream e Block constroem mineradora solar de Bitcoin no Texas apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário