Após testes, Netflix irá restringir compartilhamento de contas

A Netflix indicou durante uma reunião com acionistas que irá de fato restringir o compartilhamento de contas do serviço. A decisão vem após um relatório apontar que mais de 100 milhões de famílias usam serviço de graça devido ao repasse de senhas. Em carta, divulgada pelo Polygon, o streaming anunciou, de forma amigável, que mudanças irão ocorrer, contudo, não de imediato e opções com ‘subcontas’ mais baratas serão disponibilizadas. 

Além de nossos 222 milhões de famílias pagantes, estimamos que a Netflix esteja sendo compartilhada com mais de 100 milhões de famílias adicionais, incluindo mais de 30 milhões nos Estados Unidos e Canadá”, iniciou a empresa.

Leia mais!

“Os Goldbergs” é renovada para a 10ª temporada, mas sem Jeff GarlinGal Gadot conta o que está achando de ser a vilã em live-action da DisneyVeja fotos inéditas dos personagens de ‘O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder’

O compartilhamento provavelmente ajudou a impulsionar nosso crescimento, fazendo com que mais pessoas usassem a Netflix. Sempre tentamos facilitar o compartilhamento na casa de um membro, com recursos como perfis e vários fluxos. Embora tenham sido muito populares, criaram confusão sobre quando e como a Netflix pode ser compartilhada com outras famílias. No início do ano passado, começamos a testar diferentes abordagens para monetizar o compartilhamento e, em março, lançamos dois novos recursos de compartilhamento pago, onde os membros atuais têm a opção de pagar por residências adicionais, em três mercados na América Latina. Há uma ampla gama de envolvimento quando se trata de compartilhar famílias, desde a visualização alta até a ocasional. Portanto, embora não possamos monetizar tudo agora, acreditamos que é uma grande oportunidade de curto a médio prazo”, informou a Netflix. 

Após testes, Netflix aponta em relatório que irá restringir compartilhamento de contas. Imagem: xalien/Shutterstock

Conforme explicado no comunicado, a Netflix liberou em março um teste que detectava o compartilhamento de contas na Costa Rica, Chile e Peru. O recurso também criava automaticamente uma subconta mais barata em troca do uso da plataforma. A empresa decidiu não proibir o compartilhamento e criar opções vantajosas para ambos os lados devido a ação ser, justamente, o responsável por sua audiência – contudo, com crescimento desacelerado. Ou seja, a empresa irá usar a situação como uma ferramenta de marketing e captação de clientes. 

Em um vídeo postado junto com o comunicado, o diretor de operações e produtos, Greg Peters, ressaltou que levará um tempo para a empresa refinar sua abordagem e lançar o compartilhamento de contas pagas em todos os mercados. “Minha crença é que vamos passar por um ano ou mais de iteração e, em seguida, implantar tudo isso para que essa solução seja lançada globalmente.” 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Após testes, Netflix irá restringir compartilhamento de contas apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário

Direitos autorais © 2022 AkiBomba. Todos os Direitos Reservados.