Astronautas da missão Ax-1 querem ir para a Lua: “Estamos dentro!”

Na quarta-feira (13), um dia depois do 61º aniversário do primeiro voo espacial humano, os astronautas da Ax-1, a primeira missão totalmente privada à Estação Espacial Internacional (ISS), participaram de uma transmissão online voltada para crianças promovida pelo Centro Espacial Houston, no Texas, EUA. 

“Os pontos turísticos daqui são incríveis, especialmente durante o pôr do Sol”, disse o empresário israelense Eytan Stibbe, um dos tripulantes da missão organizada pela Axiom Space. “Você vê a Terra, a atmosfera e cores diferentes, às vezes vermelho, verde, marrom, amarelo. Todas as cores dessa atmosfera muito frágil que cerca nosso planeta e nos protege”.

Quando um estudante perguntou se os viajantes espaciais privados gostariam de fazer uma viagem à Lua, o empresário norte-americano Larry Connor, piloto da missão Ax-1, foi rápido em responder. “A resposta curta é: estamos todos dentro! Nós realmente conversamos sobre isso e dissemos ‘ei, você voltaria se houvesse uma oportunidade de ir para a Lua?’. Houve um sim retumbante. Então, por favor, deixe o pessoal da NASA saber que a tripulação da Ax-1 está à disposição”.

Astronautas a bordo da missão Ax-1, da Axiom Space, antes de chegarem à Estação Espacial Internacional (ISS). Imagem: Axiom Space

Os astronautas da Ax-1 foram lançados ao espaço na última sexta-feira (8),l a bordo de uma cápsula Crew Dragon, no topo de um foguete Falcon 9, ambos da SpaceX. O ex-astronauta da NASA Michael López-Alegría é o comandante da missão, que conta ainda com Mark Pathy, do Canadá, além de Stibbe e Connor. 

Eles estão fazendo ciência na ISS, onde chegaram no sábado (9). “Dependendo do nosso papel particular, temos entre 750 e mais de 1000 horas [de treinamento], e parte desse período de oito meses basicamente estávamos treinando em tempo integral”, disse Connor. 

Todos os tripulantes atuais da Estação Espacial Internacional (ISS). Imagem: NASA/Axiom Space/Divulgação

A tripulação respondeu a muitas das perguntas habituais que os astronautas recebem durante os eventos de voo. “Comemos a maioria das mesmas coisas que comemos em casa, mas reidratados ou embalados para minimizar a bagunça”, explicou Pathy quando questionados sobre a alimentação.

Dormir pode ser um desafio enquanto flutua em microgravidade, mas a tripulação olha para ele mais como uma atividade divertida. “É tranquilo. Sem aviões passando e sem carros na rua”, disse Stibbe. “Você pode dormir onde quiser. Você pode dormir horizontalmente – como fazemos em casa – ou vertical, de cabeça para cima ou para baixo”.

Mesmo López-Alegría, um veterano de três missões de ônibus espaciais, com 10 caminhadas espaciais no currículo e uma longa temporada a bordo do laboratório orbital, estava bem empolgado. Foi sua primeira vez a bordo de uma Crew Dragon, e ele disse que o lançamento foi “muito emocionante”.

Leia mais:

Missão Ax-1 vai testar material para construção de telescópios espaciais bem maiores que os atuaisTripulantes da missão Ax-1 recebem títulos de astronautas honoráriosPor que a missão privada Ax-1 para a Estação Espacial Internacional é um divisor de águas

Segundo ele, o lançamento parece um pouco como dirigir um carro. “Se é um carro rápido, parece que alguém está pisando no acelerador com muita força, só que dura para sempre. Leva cerca de nove minutos para chegar à órbita, e todo esse tempo estamos sentindo essa aceleração maciça. Então, em uma palavra, eu diria que é muito divertido”, disse o comandante, acrescentando que ficou muito feliz em ver a reação de seus três companheiros, todos novatos no voo espacial, quando olharam pela janela para ver espaço pela primeira vez.

“Suas reações eram tão genuínas, e tão preciosas, e tão cheias de alegria, que quase me trouxe lágrimas aos olhos”, disse ele. “Foi uma experiência maravilhosa para todos eles e para mim”.

A tripulação também falou sobre aspectos como a temperatura a bordo da ISS e o tempo livre escasso que eles têm. E, claro, não faltaram perguntas sobre a sensação de flutuar em microgravidade. “A microgravidade é divertida, mas acho que preferimos viver com ela, com gravidade”, disse ele, apontando para sua importância na Terra também. “Ela mexe com o seu corpo, e nós não seríamos capazes de andar pela rua [sem ela]. Carros não seriam capazes de se locomover. Seria um pandemônio! Então, eu acho que todos nós precisamos de um pouco de gravidade em nossas vidas”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Astronautas da missão Ax-1 querem ir para a Lua: “Estamos dentro!” apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário

Direitos autorais © 2022 AkiBomba. Todos os Direitos Reservados.