Brainly: o Guia Completo Sobre a Plataforma de Estudo!

Muito além do que a interatividade, a tecnologia se transformou em uma forte aliada da educação. Com inúmeras possibilidades, os estudantes podem até mesmo solucionar dúvidas por meio da plataforma Brainly, uma comunidade online que reúne especialistas que se ajudam mutuamente na solução de questões de todas as disciplinas que envolvem os ensinos Fundamental, Médio e até Superior.

Os alunos podem inserir suas dúvidas e outros estudantes que sabem as respostas também colaboram, sendo uma rede de troca de conhecimentos. Trata-se de um tira-dúvidas com explicações minuciosas, tudo bem interativo e com consistência nas informações.   

Assim, o Brainly se transformou em uma excelente ferramenta de estudos, principalmente paras as disciplinas mais complicadas, auxiliando na preparação para provas, lições de casa, Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), olimpíadas de conhecimentos, entre outras atividades escolares. Para você ficar por dentro dessa plataforma que é sucesso em vários países, esclarecendo as principais dúvidas, elaboramos este guia completo com informações imperdíveis. Confira e embarque nessa com a gente! 

O que é Brainly?   

Brainly é uma plataforma que reúne inúmeras ferramentas tecnológicas focadas na educação, auxiliando os usuários a tirarem suas dúvidas por meio da interatividade entre os membros. Afinal, dois cérebros pensam melhor do que um e, com centenas pensando juntos, as soluções decolam, como o próprio site defende em sua página. 

Considerado a principal plataforma de aprendizado online do mundo, o Brainly tem como meta “inspirar os alunos a aprender e explorar o conhecimento em uma comunidade colaborativa”. 

Atualmente, é referência na tecnologia educacional e conta com mais de 350 milhões de usuários em uma porcentagem geral, com presença em mais de 35 países e uma equipe que supera a marca de 300 profissionais. 

Quem atua como colaborador da empresa polonesa precisa cumprir inúmeras metas e está em constante avaliação, como menciona a diretora de RH, Arden Schneider. 

“Do recrutamento às habilidades e desenvolvimento de carreira, ao fornecimento de um espaço de trabalho fantástico e tudo mais, nosso objetivo é remover as barreiras à produtividade e celebrar a cultura única, diversificada, apaixonada e orientada a propósitos que todos na Brainly se uniram para construir”, diz.

É possível pesquisar no Brainly disciplinas nas áreas de Exatas, Humanas e Biológicas, com respostas rápidas, bem didáticas e alicerçadas no aprendizado dos estudantes.

Os conteúdos estão disponíveis em 13 idiomas e há uma média de 40 milhões de usuários conectados mensalmente, todos se ajudando mutuamente por meio de um sistema de gamificação, que destina pontos a quem responde mais perguntas sobre as disciplinas escolares (explicaremos logo mais como funciona).

Dessa maneira, a plataforma promove a aprendizagem de uma forma colaborativa, utilizando as características de uma rede social, o que auxilia na conexão dos participantes, sempre com o objetivo de compartilhar os conhecimentos dentro da comunidade virtual.  

Brainly está presente tanto no App Store quanto no Play Store, sendo compatível com iOS e Android, além da versão que roda em PCs e notebooks.

Ao longo deste post, mostraremos detalhes sobre como você pode utilizar o aplicativo Brainly, inclusive de graça e na versão Premium.

Um pouco sobre a história do Brainly

A empresa é polonesa e surgiu, em setembro de 2009, na cidade de Cracóvia, onde fica sua sede mundial. No começo, o nome era Zadane, mas foi modificado, tendo como um dos fundadores, Michal Borkowski, hoje CEO do Brainly. 

Formado em Economia, ele se aliou a Tomasz Kraus e Lukasz Haluch, decidindo empreender por meio da criação de uma rede social colaborativa que pudesse ajudar estudantes a resolverem as tarefas de casa.

Ideia inicial

O conceito da plataforma surgiu da experiência universitária pessoal de Michal, que percebeu o valor do aprendizado quando se reunia com colegas em grupos de estudo.  

Assim, surgiu a plataforma que foi além do que simplesmente as perguntas e respostas, sendo uma rede social de aprendizagem. 

Ao responderem as perguntas de outros usuários, os estudantes obtêm insights sobre suas próprias questões escolares ou acadêmicas. 

Assim, você pode trocar seu conhecimento de história do Brasil por ajuda com a lição de casa de física ou biologia, por exemplo.

“Começamos o Brainly porque vimos como os alunos estão dispostos a ajudar uns aos outros com os trabalhos escolares e queríamos expandir as possibilidades trazendo isso online”, afirmou Michal.

Michal Borkowski, Lukasz Haluch e Tomasz Kraus quando fundaram o Brainly, em 2009: da Polônia para o mundo. Imagem: Brainly / Divulgação

No começo do projeto, o trio captou com investidores cerca de US$ 500 mil na Alemanha e, após seis meses, a comunidade já reunia 1 milhão de usuários únicos no mês, atingindo a marca de 2 milhões no ano seguinte. Crescimento que não parou mais, chegando aos números atuais. 

Como o Brainly funciona?

Primeiramente, no Brasil, o Brainly só pode ser acessado por estudantes que tenham mais de 13 anos de idade. Já em Portugal, a regra é para quem tenha mais de 16 anos. Portanto, as versões têm exigências diferenciadas de acordo com cada país.  

Essa regra existente no Brasil consta nas Condições de Uso, que especifica, por exemplo, que o usuário é o responsável pela garantia de todos os direitos e/ou autorizações no momento de postar, publicar ou compartilhar os conteúdos por meio do site.   

Na prática, a plataforma é considerada uma rede social de educação, conectando estudantes de uma maneira colaborativa com foco no esclarecimento de dúvidas sobre as disciplinas que constam na grade curricular dos ensinos Fundamental, Médio e Superior. 

Além dos alunos, podem interagir professores, pais e responsáveis pelo processo de conhecimento, sempre tirando as dúvidas através da ferramenta. 

Com o Brainly perguntas e respostas, os estudantes acumulam pontos no momento em que apresentam soluções adequadas, entrando em um ranking.  

Dinâmica da gamificação

A pontuação é uma maneira para envolver os usuários, contribuindo com a motivação. Assim, é criada uma dinâmica de gamificação do aprendizado pela plataforma, pontuando de várias formas, como participação em desafios e acertos para cada resposta em perguntas geradas por outros usuários. 

Dessa maneira, os participantes da plataforma são classificados por 14 níveis de acordo com as pontuações obtidas, seguindo essas identificações:

Principiante – 0 pontos;Aprendiz – 70 pontos;Estrela ascendente – 85 pontos;Aluno – 100 pontos;Ambicioso – 250 pontos;Muito bom – 500 pontos;Excelente – 1.000 pontos;Especialista – 3.000 pontos;Gênio – 15.000 pontos;Ótimo – 75.000 pontos;Crânio – 100.000 pontos;Sábio – 200.000 pontos;Incrível – 300.000 pontos; Mestre – 500.000 pontos.Equipe de colaboradores do Brainly na sede na Polônia: atualmente site abre várias oportunidades em Tecnologia da Informação, como para desenvolvedores Back-End. Imagem: Brainly / Divulgação

Esses pontos contribuem no momento de saber em que nível está a pessoa que respondeu, sendo bem útil para auxiliar nos estudos seja para uma prova ou até mesmo para o Enem. 

Além disso, os usuários têm liberdade para interagirem entre si, indo bem além do que simplesmente as respostas. Há aberturas para elogios, críticas, denúncias sobre conteúdos suspeitos, entre outras situações que são analisadas pelos moderadores. 

As vantagens e desvantagens do Brainly

Quem utiliza o Brainly tem avaliações positivas e também negativas sobre a plataforma. O Brainly respostas, por exemplo, é uma ferramenta que pode ser respondida por um especialista assim como por alguém com pouco conhecimento, ou seja, nem sempre as informações são de fontes confiáveis. 

O que também se observa é que muitas respostas não respeitam às normas da Língua Portuguesa, com erros de ortografia, digitação, acentuação, entre outros. Ou seja, há deficiências nesse sentido, podendo ser um verdadeiro tiro no pé de quem quer aprender, principalmente para momentos de redação, que tem os maiores pesos nos vestibulares e Enem.

Portanto, é preciso sempre ficar atento nas avaliações de quem soluciona as dúvidas. Outro ponto negativo é que o Brainly gratuito só vale para 15 perguntas por dia, além de apresentar vários anúncios na página. 

Com isso, caso um estudante tenha muitos questionamentos, dificilmente ele conseguirá tirar todas as dúvidas, tendo que assinar o Brainly Plus, que tem valores mensais ou anual. 

Agora, do lado positivo, é importante informar que a plataforma conta com um time de voluntários que está sempre presente para responder às perguntas. 

E só se torna membro quem recebe um convite do Brainly, ou seja, os membros estão sempre sendo avaliados, o que dá um peso de confiança nas respostas. 

Há uma ferramenta que apresenta as respostas com base em referências bibliográficas, sendo um aspecto bem positivo. 

Além disso, a agilidade da plataforma também se destaca, tendo em vista que as soluções são apresentadas rapidamente aos usuários. 

Não podemos deixar de frisar a flexibilidade do Brainly, que pode ser acessado em qualquer lugar que tenha um ponto de acesso à internet    

Outro aspecto favorável é que existe uma boa avaliação por parte dos usuários. No App Store, por exemplo, a nota obtida é 4,6 em uma escala que vai até 5. Portanto, muita gente aprova tanto o site quanto o aplicativo. 

Na hora de instalar o Brainly os usuários também não enfrentam dificuldades, sendo tudo muito simples e rápido, o que auxilia na conquista de novos usuários e na consequente fidelização. 

Leia mais:

Word Online: o que é, funcionalidades e como usarGoogle Classroom: como entrar, baixar e usar ferramentasComo adicionar arquivos em mp3 na Deezer e no Spotify?

Quais categorias de usuários existem no Brainly?

Para atingir os níveis mais cobiçados da plataforma, os estudantes, professores, pais ou especialistas como um todo precisam ser aprovados em alguns critérios. O principal deles é a manutenção das melhores respostas nos últimos 30 dias. 

Além disso, para atingir níveis altos é preciso responder as perguntas da melhor forma possível, com riqueza de detalhes, objetividade e coesão, deixando a explicação bem didática e de fácil entendimento. 

Os 14 níveis são destinados por meio de um sistema automatizado do sistema operacional da plataforma, ou seja, ninguém pode alterá-lo manualmente. Esse sistema é semelhante às patentes usadas em jogos de tiros.

A dinâmica segue essa regra: quanto mais alto for o nível do usuário, maior é o estágio de conhecimento e também a vontade de compartilhar, ajudando os estudantes espalhados pelo Brasil.

No total, são 14 categorias disponíveis para os internautas. Imagem: Billion Photos / Shutterstock

Assim, as principais categorias estabelecidas pelo Brainly são: 

Principiante: é referente ao novo usuário que ainda não pontuou;   Aprendiz: quem está nos primeiros passos e conta com 70 pontos; Estrela Ascendente: já começou a se familiarizar com a plataforma e tem 85 pontos;Aluno: quem fez 100 pontos e já quer ajudar os outros, mas ainda está se familiarizando com as ferramentas. É um usuário entusiasmado e com a motivação em alta;  Ambicioso: esta pessoa já completou 250 pontos e tem experiência comprovada, com confiança nas respostas, minuciosa nos detalhes e fascinada pelo mundo do conhecimento; Muito bom: tem 500 pontos. Trata-se de um usuário considerado de alto nível de soluções e respostas, sendo bem avaliado na plataforma, principalmente pelo fato de contar com as cinco melhores respostas.    Excelente: 1.000 pontos. É detentor das dez melhores respostas e um usuário considerado perfeito, reconhecido por muitas pessoas, garantindo a melhor qualidade de soluções e respostas; Especialista: 3.000 pontos. Soma 15 melhores respostas e é uma pessoa muito ativa e que está com o time há vários meses, tendo credibilidade; Gênio: 15.000 pontos. Detém as 50 melhores respostas e mantém uma rotina bem alicerçada na plataforma, resolvendo com maestria as questões, com as respostas sempre bem avaliadas; Ótimo: 75.000 pontos. Já tem as 70 melhores respostas, ou seja, é um usuário assíduo, que e adora estudar e também ajudar os outros, com excelentes dicas; Crânio: 100.000 pontos. Soma as 80 melhores respostas e é avaliado como o “melhor da classe”, com as notas mais altas e para quem todo mundo pede ajuda na hora de estudar; Sábio: 200.000 pontos. O usuário acumula as 90 melhores respostas e tem conhecimentos avaliados como de nível de um professor; Incrível: 300.000 pontos e as 100 melhores respostas. É um expert que está sempre pronto para ajudar; Mestre: 500.000 pontos e 120 melhores respostas. É quem ensina com maestria e tem sempre uma dúvida sendo encaminhada para demonstrar a solução.

Como acessar o Brainly?

O acesso ao Brainly é bem simples seja no seu computador, chromebook ou smartphone, podendo ser usado em ambos os lugares, inclusive em iPads ou Tablets. Pesquisar no Brainly não é tarefa complicada!

Aprenda a baixar o Brainly

No PC

Instalar o Brainly em seu PC é muito fácil. Basta entrar no site oficial, clicando aqui. Você observará a imagem da versão web, como a destacada abaixo. Baixar Brailny para PC é fácil, rápido e simples.

Aí você deve fazer o cadastro para criar uma conta. Clique em cadastre-se já.

Na sequência, você pode escolher entrar com a sua conta do Google, Apple ou Facebook. Se preferir, pode fazer um cadastro grátis.

No cadastro, a plataforma terá algumas opções referentes a dados pessoais, como idade, se você é aluno ou pai, país de origem e também perguntará sobre como conheceu o Brainly, como você vê na imagem abaixo.

O próximo passo é criar a conta. Nesse momento, a plataforma oferecerá duas opções: Brainly Plus ou Brainly Básico, sendo o primeiro com taxas e o segundo gratuito, mas com restrição a apenas 15 perguntas por dia e veiculação de anúncios.

No smartphone

Para instalar o Brainly perguntas e respostas em seu smartphone é bem simples como outro aplicativo qualquer. Vá no Play Store no caso do Android e no App Store se o seu sistema operacional for o iOS. Baixe o Brainly e clique em instalar.

No Android, a plataforma exige 16,22 MB de espaço. Já para o iPhone, o tamanho do aplicativo na App Store é de 102,2MB e necessita do sistema iOS 12 ou superior, o que também vale para iPads ou Tablets da Apple.

Você deverá preencher um cadastro, inserindo nome de perfil, senha e as mesmas informações solicitadas na versão web. Após aceitar os termos da política de privacidade, a sua conta estará em pleno funcionamento!

Como usar o Brainly?

Com a sua conta pronta, você já poderá realizar as perguntas, recebendo as devidas pontuações. E tudo é muito simples. Basta escolher a disciplina e digitar o enunciado.

Como pesquisar no Brainly?

No exemplo abaixo, escolhemos a pergunta: o que é sinusite? E introduzimos a dúvida em Biologia.

Inserimos também a quantidade de pontos (10) que será destinada para quem responder e, na sequência, clicamos em faça a sua pergunta. Rapidamente, a resposta foi publicada na plataforma, sendo um excelente recurso para auxiliar os estudantes.

No smartphone, os usuários também têm a opção de apresentar perguntas via oral ou por meio de imagens de equações matemática, que devem ser escaneadas, utilizando os recursos do aparelho para facilitar a vida.

Como fazer perguntas no Brainly?

Pesquisar no Brainly é muito simples. Para fazer perguntas no aplicativo, basta você ir até a imagem do teclado e escrever. Você pode optar pela imagem ou fala, como informamos anteriormente. No exemplo abaixo, fizemos a pergunta em Química: existe vida fora da Terra?

Como você pode observar, várias respostas foram apresentadas, com as respectivas avaliações dos voluntários. Clicamos no primeiro e recebemos a seguinte resposta de um perfil Ambicioso:

Como desbloquear o Brainly?

Você sabia que é possível desbloquear as respostas no Brainly na versão Plus, que é paga? Clique no local de fazer a pergunta, veja as respostas e aperte o botão do cadeado.

Em seguida vá em configurações do site e acesse Javascript. Clique no botão a frente onde está escrito perguntar padrão, bloqueando a função. Na sequência, basta recarregar a página, tendo as respostas desbloqueadas.

Como mudar o nome no Brainly?

Para saber como mudar o nome no Brainly, é importante também ficar ciente que essa decisão só pode acontecer em casos extremos, como possíveis perdas de dados pessoais. Para isso, você deve preencher este formulário. É possível ainda realizar tal ação por meio dos seguintes passos:

Entre no site e role a tela para baixo até o final, clicando em “Contact Us” (entre em contato), selecionando a categoria “Technical issue” (Questão/Problema técnico). Escreva de forma simples e direta o que gostaria de trocar, destinando os motivos. Envie a mensagem e aguarde um e-mail com a resposta da solicitação. Assim, você estará dentro do processo sobre como mudar o nome no Brainly.

Como usar o Brainly de graça?

O Brainly gratuito pode ser acessado tanto do PC quanto do smartphone, com algumas restrições. Você só terá acesso a 15 perguntas por dia e também receberá anúncios ao longo da navegação.

O número de respostas também será reduzido, mas existe a opção do Brainly Plus, que libera muitas outras opções na plataforma, facilitando o seu estudo.

Como apagar pergunta no Brainly?

Apagar uma pergunta no Brainly é muito simples. Basta clicar em configurações no lado superior direito em seu smartphone, clicando em editar. Aí basta eliminar o que estava escrito.

Como somar mais pontos no Brainly?

Sendo a principal moeda no Brainly, os pontos são utilizados para os usuários adicionarem perguntas e também receberem as respostas imediatamente.

Quando você registra sua conta, recebe uma quantidade fixa de 75 pontos. Além disso, o usuário tem o direito a 5 pontos adicionais ao confirmar o e-mail e 5 pontos por dia ao se conectar no Brainly.

Mas a melhor maneira para acumular pontos é respondendo as perguntas. Algumas têm valor de 50 pontos. Cada vez que você der uma boa resposta, receberá 50% do que foi oferecido pela pessoa que fez a pergunta.

E se você escrever uma resposta particularmente impressionante, também será possível que sua resposta seja escolhida como a “melhor resposta”, recebendo 25% do total de pontos.

Os moderadores também recebem 5 pontos por cada ação, indo desde a exclusão de conteúdos com erros até a aprovação de uma pergunta, resposta ou comentário.

Como se candidatar a moderador na plataforma?

Ninguém chega a moderador no Brainly se antes não passar pelo time de respostas. Ao encontrar um estudante que se mantém sempre ativo, a equipe da plataforma entra em contato e faz o convite.

Após aceitá-lo, o estudante participa de uma formação online, com duração de uma semana, mas para isso ele deve seguir a esses critérios:

Ter pelo menos 50 respostas, de boa qualidade;Não ter nenhuma advertência no perfil;Ter comunicação clara e educada.

Depois do treinamento, os escolhidos passam por uma prova. Se forem aprovados, ganham o título de “TR Aprendiz”. Somente depois desse processo que poderão evoluir para os níveis TR Novato, TR Especialista e TR Mestre. 

A plataforma é muito utilizada pelos jovens pelo fato de contar com uma rede colaborativa totalmente plugada na comunidade, sempre com agilidade nas respostas e com um devido acompanhamento dos especialistas. Imagem: Brainly / Divulgação

Para chegar a moderação, será preciso ser membro do time de respostas, com no mínimo 100 denúncias corretas, sem advertências no perfil, com conhecimento sobre as regras da comunidade, mantendo a participação em várias atividades.

Portanto, os usuários são constantemente avaliados e estão sempre sendo observados pela equipe do Brainly, que faz as escolhas baseadas na meritocracia.

As principais dúvidas sobre o Brainly

Quanto o Brainly paga?

Na verdade, o Brainly não paga para seus colaboradores, pois são todos voluntários em uma rede que se ajuda mutuamente.

Existem profissionais contratados pela plataforma, que são funcionários fixos, mas os estudantes atuam gratuitamente e recebem apenas as pontuações como já explicamos anteriormente.

Brainly vai ser desativado?

Muita gente questiona se o Brainly vai ser desativado. A resposta é não. Inclusive, ele é muito bem acessado e está no ranking dos 20 com mais cliques no Brasil, com grande fluxo de estudantes.

Afinal, também concentra gabaritos para as mais variadas questões. O boato surgiu em razão do fim do Yahoo, mas logo foi desmascarado pela própria direção do site, que se pronunciou nas redes sociais. Portanto, se você ouvir que o Brainly vai ser desativado, tenha a resposta na ponta da língua.

Brainly vai ser pago?

Não só vai como já é, isso no Brainly Plus, que custa R$ 7 por mês ou R$ 84 por ano, com a possibilidade do usuário optar pelo valor de R$ 66 por seis meses.

Ao efetuar a assinatura, os estudantes eliminam os anúncios, têm acesso a respostas verificadas por especialistas e ainda garantem mais rapidez nas respostas. Mesmo assim, há recursos no Brainly gratuito.

Quais são os maiores concorrentes do Brainly?

Há vários concorrentes diretos do Brainly, tendo em vista que o preparo para o Enem faz parte da rotina tanto de estudantes quanto de pessoas que estão no mercado de trabalho e almejam cursar uma faculdade, utilizando a tecnologia para se prepararem.

Dessa forma, podemos citar alguns potenciais, como o Duolingo, focado em curso de inglês. O Stoodi tem videoaulas com inúmeros professores em todas as disciplinas, além de correções de redações bem direcionadas ao Enem assim como o Descomplica.

Em termos de organização dos estudos, podemos citar o Evernote, GI ENEM, Google Drive, Panda e Passei Direto. Esse último tem um formato bem similar ao Brainly, permitindo que os usuários compartilhem exercícios corrigidos, apostilas, livros digitais e palestras, com foco nos cursos de graduação.

Portanto, o que não faltam são opções para você se manter atualizado e de olho em uma preparação bem alicerçada, sempre almejando o sucesso na carreira, aproveitando as vantagens proporcionadas pela tecnologia.

Conclusão

Como você percebeu ao longo deste guia, o Brainly é bem funcional e reúne estudantes em uma rede colaborativa que traz resultados e auxilia muitos jovens a se saírem bem nas provas e demais avaliações.

Mas, como alertamos em alguns trechos, é importante sempre ficar atento às regras da Língua Portuguesa e também vale a pena consultar outras fontes de informação para confirmar os dados. Afinal, nem sempre as respostas podem ter 100% de acerto.

No entanto, ao fazer perguntas e repostas no Brainly, certamente você estará em um processo de treinamento muito útil que auxilia no treinamento do cérebro, influenciando positivamente no desenvolvimento sadio do cérebro. E o melhor: a interatividade ajuda no convívio social e faz com que a vida ganhe um toque especial.

Assim, aproveite sempre as maravilhas da tecnologia e nunca deixe de acreditar nos seus sonhos, explorando as possibilidades dos sites e aplicativos, como no caso do Brainly. No mais, alimente sempre o conhecimento e tenha a certeza de que esse é o melhor investimento existente na vida.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Brainly: o Guia Completo Sobre a Plataforma de Estudo! apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário

Direitos autorais © 2022 AkiBomba. Todos os Direitos Reservados.