Esculturas de Jeff Koons serão exibidas na superfície da Lua; entenda

A empresa Intuitive Machines vem desenvolvendo o módulo de pouso Nova-C em parceria com a NASA desde 2019, e sua primeira carga já tem nome e sobrenome: as esculturas do artista plástico Jeff Koons serão levadas à Lua em algum momento de 2022.

A premissa é a de exibir “os primeiros trabalhos artísticos na Lua”, segundo a Galeria Pace, que representa Koons. Mas isso é, ao mesmo tempo, discutível e possivelmente atrasado.

Leia também

NASA quer mais veículos para o Programa Artemis além da SpaceXNo espaço tem wi-fi? Startup Aquarian Space quer levar satélite de internet à Lua em 2024Engenheiros criam veículo para explorar cavernas na LuaEsculturas de Jeff Koons são feitas em aço, mas relembram muito desenhos feitos em bexiga, tal qual a imagem acima, em forma de cachorro (Imagen: Hayk_Shalunts/Shutterstock)

Isso porque, de um lado, Koons tem concorrência nessa corrida: a empresa Astrobotic, também parceira da NASA, vem desenvolvendo um módulo próprio que, ainda em 2022, deve levar à Lua peças artísticas de Sacha Jaffri. O lançamento também não tem previsão exata mas deve acontecer com auxílio da United Launch Alliance e seu foguete Vulcan.

Já Koons tem uma pequena vantagem na certeza desse lançamento: embora sem data, suas obras viajarão a bordo de um Falcon 9, da SpaceX, com quem a Intuitive Machines tem um contrato de serviços.

Koons é mais conhecido por suas esculturas feitas em aço inoxidável, mas que lembram bonecos feitos em bexiga. Aqui na Terra, suas obras têm um tamanho considerável. Na Lua, elas serão reduzidas para caber em um contêiner quadrado de seis polegadas, com revestimento térmico para proteger o material no espaço.

A exibição ficaria por conta da Intuitive Machines, que planeja instalar câmeras no módulo. As peças seriam acopladas ao exterior do veículo e mostradas ao público por meio de alguma transmissão ao vivo. Quanto à natureza das obras, Adriana Elgarresta, diretora de relações públicas da Galeria Pace, disse ao The Verge que isso será divulgado nas próximas semanas, mas ela adiantou que elas serão relacionadas às fases da Lua.

Assinada ou não, as obras não são necessariamente as primeiras a chegar lá. Tecnicamente, essa honra pertence a Paul Van Hoeydonck e seu “Astronauta Caído”, uma escultura de alumínio que forma de um astronauta, que foi levada à Lua durante a missão Apollo 15 como uma homenagem a aqueles que morreram em prol da exploração espacial.

Há também um possível conjunto de obras de Andy Warhol lá em cima, embora isso seja mais especulação do que algo confirmado: segundo rumores, um recipiente retangular estava lotado de obras do artista (e de alguns outros) foi contrabandeado para dentro do módulo de pouso da Apollo 12.

Originalmente, a Intuitive Machines pretendia lançar seu módulo em 2020, adiando os planos por causa da pandemia da COVID-19. E, antes que você pergunte, sim: as esculturas serão parte da primeira coleção de tokens não fungíveis (NFT) de Jeff Koons.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Esculturas de Jeff Koons serão exibidas na superfície da Lua; entenda apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário