Fabricante americana Dirty Sixer anuncia a “maior e-bike do mundo”

Com 1,98 m de altura, o jornalista americano David Folch sempre teve dificuldades para encontrar uma bicicleta que fosse adaptável ao seu tamanho. Por conta disso, fundou a marca DirtySixer, uma empresa especializada em fabricar bicicletas para pessoas altas e que, agora, anuncia sua primeira e-bike: a eDirty Sixer All Road Mark II. Nas palavras da fabricante, “a maior e-bike do mundo”.

E, ao menos em termos de modelos produzidos industrialmente, provavelmente é mesmo – e não só e-bike, mas qualquer bicicleta.

Como as criações anteriores de Folch, a eDirty Sixer traz um quadro de liga de alumínio 6061 que é proporcional em tamanho às rodas de 36” (91 cm) — o que, para um homem ou mulher com mais de 1,90 m, não chega a ser um acinte. A bicicleta possui ainda um motor de apoio Shimano Steps e8000 de 250W e bateria integrada, com velocidade máxima de 32 km/h e um respeitável alcance de 97 quilômetros.

Projeto da DirtySixer promete ser “a maior e-bike do mundo” (Dirty Sixer/Divulgação)

De acordo com Folch, o protótipo da bicicleta contará com uma unidade de acionamento da Bosch. Feito com correias de carbono, ele ajudará a reduzir a necessidade de manutenção do veículo. Os cabos também serão roteados internamente para evitar danos e corrosão e haverá a opção por dois tipos de garfo: um rígido feito de aço e outro de suspensão MRP. Por último, a e-bike terá uma caixa de câmbio de sete velocidades, feita pela empresa parceira Effigear.

A vulga “maior e-bike do mundo” ainda está em fase de testes, mas deve chegar ao mercado por volta de meados de 2023. O preço estimado pela companhia é de US$ 8 mil (em torno de R$ 38 mil, em conversão direta) — um preço levemente salgado para uma bicicleta elétrica, diga-se de passagem.

Shaquille O’Neal (no centro) com sua DirtySixer (Dirty Sixer/Divulgação)

Popular com as estrelas do basquete

Fundada em 2013, a DirtySixer tornou-se popular nos Estados Unidos por ser a marca de bicicletas preferida de estrelas do basquete, como Shaquille O’Neal (garoto-propaganda da startup), Rudy Gobert, Steven Adams e Rik Smits. A ideia da empresa é fornecer um veículo de duas rodas seguro, confortável e divertido de pilotar para que uma pessoa com mais de 1,90 m consiga se sentir uma criança novamente.

Atualmente, a startup vende bicicletas nos seguintes tamanhos: XL (para pessoas entre 1,72 e 1,85 m), 2XL (pessoas entre 1,85 e 1,95 m), 3XL (entre 1,95 e 2,05 m), 4XL (entre 2,05 e 2,15 m) e 5XL (2,15 a 2,25 m).

Versão sem bateria da “maior e-bike do mundo”, a All Road Mark II pesa 15,8 kg e, apesar das grandes proporções, possui um design limpo e minimalista, custando em torno de US$ 3 mil (cerca de R$ 14 mil).

Crédito da imagem principal: Dirty Sixer/Divulgação

Leia também:

RipRacer é uma e-bike para adolescentes com pneus grossos e etiquetas Apple AirTagVanMoof V, uma e-bike super-rápida que vai a 50 km/hDucati revela a Futa, sua primeira e-bike esportiva

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Fabricante americana Dirty Sixer anuncia a “maior e-bike do mundo” apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário