iFood e PM devem fechar acordo para combater golpes de falsos entregadores

A Polícia Militar do Rio de Janeiro e o iFood devem anunciar em breve um acordo para combater os crimes que são cometidos por falsos entregadores de delivery.  

A empresa e a PM devem fazer uma reunião durante está semana para pensar em estratégias de combate, segundo o jornal Extra. Uma das possíveis medidas será a instalação de um botão de segurança que poderá ser acionado por motoristas parceiros ou clientes no aplicativo

Leia também!

YTStealer: novo malware rouba contas do YouTube para vendê-las na dark webNovo golpe: Receita Federal alerta sobre falso IOF antecipado via PixKaspersky revela quais são os assuntos mais usados nos golpes de e-mail

Essa medida já foi adotada pela Polícia Militar do RJ na Uber em 2018 e consiste em um botão de alerta que, quando apertado, aciona a polícia e compartilha a localização no momento do acionamento.  

O presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Paulo Solmucci, afirma que, no caso do iFood, também poderia ser muito útil a instalação de algum tipo de identificação das bags utilizadas pelos motociclistas que fosse vinculada à suas carteiras de motoristas.  

As medidas estão sendo pensadas após uma alta na onda de assaltos cometidos por pessoas que utilizam motocicletas e vestimentas características dos entregadores do iFood. Os bandidos se aproveitam dessa caracterização para abordar as pessoas e roubarem os bens de valor, o que está levando a população a temer a categoria. 

Imagem: Shutterstock

Novo golpe: Receita Federal alerta sobre falso IOF antecipado via Pix

Receita Federal emitiu um alerta sobre um novo golpe. O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) está sendo usado por criminosos para enganar pessoas que pegam empréstimos. Segundo o Fisco, os estelionatários se passam por empresas para condicionar a liberação do crédito mediante pagamento antecipado do IOF via Pix.

O golpe funciona da seguinte forma: os fraudadores fornecem documentos falsos de notificação e arrecadação. Assim, eles induzem os cidadãos a recolherem taxas inexistentes para a liberação do dinheiro emprestado. Através da transferência instantânea, a vítima repassa o suposto IOF, entregando o dinheiro aos bandidos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post iFood e PM devem fechar acordo para combater golpes de falsos entregadores apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário

Generated by Feedzy