Lotus estreia no mundo dos SUVs com o Eletre

Antes conhecida por modelos leves e aerodinâmicos, a Lotus se rendeu à moda dos SUVs e, nesta semana, anunciou o Eletre. Trata-se de um recomeço para a tradicional marca, que agora decidiu oferecer outros carros além dos esportivos pelos quais é historicamente conhecida.

O Eletre é o primeiro dos quatro carros movidos a bateria que serão lançados pela Lotus até 2025. Internamente, o utilitário tornou-se conhecido como Type 132, enquanto os modelos subsequentes serão chamados de 133, 134 e 135 — este último sendo o hipercarro Evija.

O primeiro SUV da Lotus possui 1,63 m de altura, 2,13 m de largura e 5,11 m de comprimento — as mesmas medidas do Lamborghini Urus. Construído sob a base EPA (Electric Premium Architecture), adaptada do hardware da Geely (proprietária da marca), o Eletre apresenta um entre-eixos bem comprido e um capô compacto que remonta aos layouts antigos da fabricante, com os motores montados no centro do chassi.

Lotus/Divulgação

O carro também apresenta aspectos aerodinâmicos interessantes. Como no híbrido Emira e no Evija, por exemplo, o ar é canalizado através do bordo de ataque que emerge pelas  duas aberturas no capô. Há elementos semelhantes a esses ainda atrás da cobertura das rodas dianteiras e no topo da coluna D.

“Tentamos empurrar o bico do carro para frente e ter um capô bem curto, o que faz o produto parecer mais longo, mais baixo e mais elegante do que realmente é”, disse Ben Payne, chefe do Lotus Technology Creative Centre (LTCC), departamento responsável pelo design do carro.

Lotus/Divulgação

Versão de alta performance com 900 cv no forno

O primeiro SUV da Lotus também impressiona em desempenho. De acordo com a marca britânica, o carro acelera de 0 a 100 km/h em 2s9, podendo atingir uma velocidade de até 260 km/h. A autonomia é de 560 km, enquanto uma recarga completa é possível em 18 minutos — desde que o motorista tenha um carregador de 350 kW.

Uma versão de alta performance também está nos planos da Lotus. No modelo padrão, a potência do SUV chega a 592 cv. Já na versão premium, ainda sem previsão de lançamento, haveria a inclusão de um motor para cada roda traseira, podendo aumentar a potência do utilitário para até 900 cv. Nesse sentido, o SUV da Lotus não teria problema nenhum para combater com um Tesla Model X Plaid, por exemplo.

O Eletre será construído na fábrica da Lotus em Wuhan, na China. A marca britânica não compartilhou sua meta de vendas, mas a fábrica tem capacidade anual para produzir 150 mil carros. As entregas das primeiras unidades do SUV começam no ano que vem — o preço inicial deve ser em torno de 100 mil libras (R$ 625 mil).

Crédito da imagem principal: Lotus/Divulgação

Leia mais:

Executivo da Lotus acelera com o Emira em pista de testes: “Um carro para pilotos”Lotus apresenta o Emira 2022, seu último carro esportivo a gasolinaLotus anuncia seus elétricos com lançamento já em 2022

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Lotus estreia no mundo dos SUVs com o Eletre apareceu primeiro em Olhar Digital.

Deixe um comentário

Direitos autorais © 2022 AkiBomba. Todos os Direitos Reservados.